Antifascismo Notícias e artigos

[EUA] Ilustrador ‘mata’ personagem que virou símbolo da extrema-direita

Written by anarcopunkORG

Nascido em 2006, o personagem de quadrinhos “Pepe, o Sapo” foi “morto” por seu próprio criador no fim de semana retrasado após uma trajetória que incluiu ser um famoso meme da internet, para posteriormente ser apropriado por grupos de extrema-direita e ser incluído em uma lista internacional como símbolo de ódio.

O americano Matt Furie, seu criador, publicou um quadrinho na edição “World’s Greatest Comics” do evento “Free Comic Book Day” que mostra um funeral de Pepe. Na ilustração de uma página, o sapo aparece em um caixão aberto, acompanhado por outros personagens do grupo “Boy’s Club”, série de desenhos onde originalmente nasceu.

Furie, um autor de livros infantis, vinha tentando reverter o uso de Pepe pela extrema-direita em uma campanha que envolveu vídeos (link abaixo), um artigo para a revista Time e as hashtags #SolidarityWithMattFurie (#SolidariedadeParaMattFurie) e #MakePepeGreatAgain (#TornePepeGrandeDeNovo, em uma analogia ao slogan da campanha de Donald Trump).

Antes de chegar às eleições americanas, Pepe foi um popular meme na internet desde sua estreia no MySpace, tendo sua imagem licenciada em jogos, roupas e até brinquedos. Porém, em meio à campanha presidencial nos EUA, internautas que apoiavam Trump passaram a usar sua imagem — uma delas chegou a ser reproduzida pelo próprio milionário em sua conta no Twitter.

Hillary Clinton passou então a classificar publicamente Pepe como um símbolo de ódio e de defensores da supremacia branca. A Liga Antidifamação, uma ONG judaica internacional, incluiu Pepe em sua lista de símbolos de ódio.

No artigo da Time, Furie chamou a apropriação de Pepe como um “pesadelo”.

“É completamente insano que Pepe foi rotulado como um símbolo de ódio, e que racistas e antissemitas estejam usando este sapo-carinha do meu livro, que já foi pacífico, como um ícone da raiva. É um pesadelo, e a única coisa que posso fazer é ver isto como uma oportunidade de falar abertamente contra o ódio”, escreveu, em outubro de 2016.

Agora, finalmente, Furie parece ter desistido de sua contracampanha. Ele não falou publicamente sobre a decisão de “matar” Pepe.

Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=1q6n1Yj3kRs

Fonte: agências de notícias

agência de notícias anarquistas-ana

Sobre o telhado
um gato se perfila:
lua cheia!

Maria Santamarina

About the author

anarcopunkORG