Um relato sobre a 2ª edição da Feira Anarquista de São Paulo

No último domingo, 4 de dezembro, aconteceu a 2ª Feira Anarquista de São Paulo, organizada pela Biblioteca Terra Livre e Ativismo ABC e com participação de grupos e indivíduos de diversas localidades.

A primeira edição da feira aconteceu em 2006 no mesmo local, com presença de cerca de 1000 pessoas durante todo o dia. A segunda edição, cinco anos depois, não ficou pra trás em quantidade de pessoas presentes. Das 10 da manhã às 20hs, centenas de pessoas passaram pelo Tendal da Lapa para participar dos debates, filmes, lançamento de livros, apresentações musicais, teatrais e exposições, por vezes deixando apertado o enorme espaço do galpão.

Durante toda a programação aconteceram atividades como os debates “Perspectivas do Anarquismo e dos Movimentos Sociais na França”, “Movimento Estudantil e Autogestão no Chile”, “Ocupe o Mundo: o movimento mundial de ocupações e sua relação com princípios e práticas do anarquismo histórico”, “Arte e Anarquia”, exibição dos filmes “Flor do Asfalto”, “Louise Michel, a rebelde”, “A Patagônia Rebelde”, dentre muitas outras. Participaram destas atividades os grupos Ativismo ABC, Biblioteca Terra Livre, Núcleo Anarquista de Curitiba, Ordinária Hit, Grupo de Estudios José Domingo Gomez Rojas, Ocupa Sampa, OASL, Beatriz Tragtenberg, Ronald Creagh (França), Philiipe Peletier (França), e muitos mais.

Materiais libertários foram expostos nas diversas bancas de editoras libertárias e distribuidoras, com livros, zines, jornais, revistas e publicações anarquistas, quadrinhos, materiais de livre distribuição, discos, camisetas, filmes, e tudo o mais que a criatividade libertária pode dar vida nos últimos tempos. Havia materiais das editoras Imaginário (São Paulo), Achiamé (Rio de Janeiro), Deriva (Porto Alegre), Faísca (São Paulo), Imprensa Marginal (São Paulo), Edições Negras Tormentas e Ativismo ABC (Santo André/SP), Distribuidora No Gods No Masters (São Paulo), Centro de Cultura Social, MAP-SP, Biblioteca Terra Livre, e por aí vai…! Companheiros de Sorocaba, interior de São Paulo, também filmaram as atividades e entrevistaram algumas das pessoas presentes para a realização de um documentário sobre a feira.

Assim como a segunda edição da Feira do Livro Anarquista de Porto Alegre, organizada há menos de um mês, a feira de São Paulo contou com a participação de pessoas de diversos lugares do Brasil e do mundo – seja na realização de atividades durante a feira, seja participando do evento. Desta forma, estas feiras tem tido o papel não só de difundir e discutir o anarquismo na atualidade, promovendo as publicações e produções libertárias, mas também tem se tornado um importante espaço de troca de experiências, contatos, idéias, projetos, propostas e de reunião e aproximação das diversas iniciativas anarquistas mundo afora. Que venham outras muitas!

A lista completa de coletivos e editoras participantes e também as atividades que aconteceram durante o dia estão disponíveis no site http://feiranarquistasp.wordpress.com.

por Imprensa Marginal – Editora e Distribuidora Anarcopunk

agência de notícias anarquistas-ana

no despenhadeiro

a sombra da pedra

cai primeiro

Carlos Seabra

This entry was posted in Atos e Eventos. Bookmark the permalink.

Comments are closed.